Frio: Com a chegada do frio veja os problemas que ele pode causar

Frio – Veja quais cuidados tomar

O frio e as baixas temperaturas são responsáveis por alterar diversos aspectos da vida humana. Um desses fatores é a mudança no funcionamento do corpo de uma pessoa. O frio interfere de forma ativa em sua fisiologia e é capaz de potencializar algumas doença

O professor Paulo Saldiva, da Faculdade de Medicina da USP, examina as alterações do corpo humano no frio: “Quando esfria, você aumenta o seu metabolismo basal, tem um aumento da produção de adrenalina e de todos os hormônios que vão acelerar o seu metabolismo. Você também fecha os vasos da pele, porque a pele tem entre 1,5 a 2 metros quadrados e tem que ser aquecida. Quando você tira o sangue da periferia, impede a troca de calor e desloca ela mais para dentro do corpo”. O estímulo descrito faz com que o metabolismo basal do corpo aumente, gerando mais calor a ponto de contrair os músculos. A contração serve para gerar e manter o calor, como se estivesse se exercitando.

Frio e suas consequências no corpo

 A chegada do frio impacta diretamente as vias aéreas. “O pulmão de um adulto tem mais ou menos 100 metros quadrados, empacotado em pequenos alvéolos e separados do ambiente externo por uma barreira que tem menos de um milésimo de milímetro. ‘Como é que você não congela?’ Através do trabalho das vias aéreas e do aumento da perfusão das vias aéreas”, relata Saldiva.

Essa alteração tem consequências. Os cílios que removem as impurezas funcionam mais devagar, e isso deve-se ao muco que reveste a via aérea, que fica mais rígido por conta das baixas temperaturas. O professor aponta que “as vias aéreas, principalmente as superiores, pagam um preço alto para fazer esse trabalho de condicionamento térmico. Nós submetemos nosso corpo a um metabolismo maior e a via aérea sob estresse com perda de eficiência dos mecanismos de limpeza e de remoção das vias aéreas.”

Confira alguns problemas de saúde causados pelo frio

  • Resfriado comum: os sintomas mais comuns são congestão nasal, coriza, espirros e dor de garganta;
  • Gripe: os sintomas são muito parecidos com o do resfriado normal mas a gripe também gera febre, tosse seca e dores no corpo;
  • Pneumonia: geralmente inicia com febre alta e tosse e normalmente acontece quando o quadro gripal é muito intenso;
  • Sinusite: quando os seios da face inflamam temos a sinusite, que pode ser leve mas pode evoluir para um caso grave senão tratada da forma ideal;

Fonte: Revista Planeta

Leia também: Festa Junina – 5 curiosidades sobre sua origem

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.