Lorena Comparato sofreu assédio dentro da família

Fique por dentro:

Lorena Comparato contou ter sofrido assédio sexual de um membro da sua família na juventude. 

A atriz, no entanto, só percebeu que tinha sido vítima da violência durante a pandemia, pouco antes de começar a gravar a nova série do Star+, "Não Foi Minha Culpa" — sobre feminicídio e assédio.

Em entrevista à Marie Claire, ela falou pela primeira vez sobre o episódio e demonstrou ainda sofrer com as sequelas psicológicas deixadas pelo abuso. 

"O que eu vivi foi uma pessoa que, durante muitos anos da minha vida, começou muito jovem, sempre passou a mão em mim. Passava a mão, pedia para ver meu corpo. " 

"Eu não sabia que isso era assédio, nunca soube. Era mascarado como carinho, mesmo eu não gostando e dizendo não. Foi há pouco tempo, durante a pandemia, que essa ficha caiu. E quem me ajudou muito foram as minhas amigas", contou. 

"Eu começo a tremer, meu coração bate forte. Parece que estou cometendo um crime de falar isso para você."

Lorena disse ainda que seus pais sabem do ocorrido e que lidaram com muita dificuldade com a situação. 

Ela falou também que preferiu se distanciar do familiar que a assediou, e reforçou que todas as mulheres são "sobreviventes de assédio". 

"É muito difícil ter uma mulher que nunca sofreu assédio. E quem disser que nunca sofreu, pode começar a investigar que vai ver que muita coisa que viveu era assédio, sim."

"Eu faço terapia justamente para viver com essas dores e conseguir falar sobre o assunto. E acho importante dizer que o assédio, a violência, não acontece só na rua. Acontece em ambiente familiar, dentro de casa", afirmou. 

Felicidade Dicas incríveis para uma vida positiva

Carro elétrico: As perguntas e respostas mais comuns