Novela 'Pantanal' 

Fique por dentro:

Se alguns acordes da viola de Trindade (Gabriel Sater) já foram capazes de despertar a paixão em Irma (Camila Morgado) 

O que não fará agora este flagra apaixonado no galpão dos peões de “Pantanal”

Os episódios que sucedem a tão esperada cena do primeiro beijo dos dois, que foi ao ar ontem, trazem temperos bem românticos para esta relação 

A promessa é que o espectador também fique encantado com esse casal. 

— Eu e Gabriel costumamos dizer que é um conto de fadas dos dias de hoje. Ele vai libertá-la do seu passado tão conservador da família e dos momentos em que teve o Zé Leôncio (Marcos Palmeira) e o Zé Lucas  (Irandhir Santos). 

E ela o liberta do pacto com o cramulhão. Trindade diz que só uma princesa dos cabelos de fogo pode livrá-lo disso — explica Camila. 

No entanto, não será apenas a tal liberdade do beijo encantado ao estilo “Bela Adormecida” que alimentará essa história: também haverá pitadas de “A Dama e o Vagabundo”. 

O tão confiante violeiro que sabe tudo através do cramulhão vai se sentir inferior a Irma, que é uma convidada dos patrões, enquanto ele é um peão da fazenda. 

E essa insegurança se agravará com a presença de Mariana (Selma Egrei) no Pantanal. 

— Mariana vai confundir muito a Irma. Ela sempre está de olho na herança, fica falando que Zé Leôncio ainda gosta dela, fala sobre o Zé Lucas também — antecipa Camila 

Irma diz ao Trindade que não se importa que ele é um peão. Que gosta dele como ele é. Acho bonita essa questão social. Ela é formada mais por amor, desejo e prazer do que pelo dinheiro. 

Tanto é que ela se envolveu com o marido da irmã. Não que eu ache certo, tá (risos)? Para mim é difícil, mas não sou eu que tenho que julgar. 

Felicidade Dicas incríveis para uma vida positiva

Carro elétrico: As perguntas e respostas mais comuns