Vitão: "Gosto de causar espanto no bom sentido"

Fique por dentro:

Com pouco mais de cinco anos de carreira, Vitão acumula conquistas que poucos têm aos 22 anos de idade. 

Mais de 660 milhões de visualizações no YouTube, 2,4 milhões de ouvintes mensais no Spotify e parcerias com Anitta, Projota, Vitor Kley, Léo Santana e Ferrugem

Um rapaz tão novo que percebeu sua visibilidade crescer como um foguete e, pouco tempo depois, lidou com uma onda de ódio que por pouco não o fez desistir de tudo. 

música manteve a cabeça de Vitão erguida e, hoje, ele busca explorar gêneros e habilidades que expandem seu talento.  

Não só questiona os limites da própria arte, mas também de questões de gêneros – e que ele aborda nas letras como forma de estabelecer um diálogo com o público jovem que o acompanha. 

"Gosto de causar espanto no bom sentido", diz Vitão, que para essa capa fez um ensaio usando maquiagem e penteados diferentes. 

Quem vê a desenvoltura de Vitão dentro e fora dos palcos, pode ficar surpreso ao saber que o cantor era uma criança tímida e que tinha vergonha de cantar na frente até da família. "Era sempre escondido", ele diz.  

"Eu mudei muito com minhas experiências nos últimos anos. Tudo o que passei, as mudanças na vida. A gente vai mudando também e a minha arte é um reflexo de mim mesmo", diz. 

Felicidade Dicas incríveis para uma vida positiva

Carro elétrico: As perguntas e respostas mais comuns